Depressão: mais de 12 milhões têm a doença
10/04/2017

A depressão atinge mais de 12 milhões de brasileiros e é considerada uma  doença incapacitante, à frente de problemas cardíacos, das artrites, asma e diabetes. O índice de depressão é duas vezes maior entre as mulheres, atingindo duas a cada homem. O Brasil é segundo país das Américas com o maior número de casos diagnosticados.

Para o psiquiatra Ricardo Abel Evangelista, do Núcleo Paulista de Especialidades, muitas vezes a questão da depressão é agravada por falta de procura de tratamento e pela ausência de informação. Ele alerta que a depressão deve ser encarada como uma doença. Sintomas como tristeza, falta de energia, perda de motivação para realizar atividades, baixa autoestima podem ocorrer em diferentes intensidades.

O psiquiatra explica que fatores da vida somado a uma carga genética, são responsáveis por desencadear a depressão. O tratamento pode durar  apenas seis meses, ou a vida toda. Vai depender intensidade da depressão e se é o primeiro, segundo ou até terceiro quadro depressivo que a pessoa apresenta.

Além do tratamento com medicamentos, existem outras formas.

A psicoterapia também é uma opção de tratamento. Todos eles juntos se complementam.

Segundo dados da OMS, até 2020 a depressão será a doença mais incapacitante do mundo.