Conta de celular vai ficar mais cara
05/01/2017
Prepare o bolso, a conta de celular vai ficar mais cara para a maioria dos brasileiros. O valor do aumento pode ser de até 45%, dependendo da operadora. O valor mais alto é consequência de uma decisão do Supremo Tribunal Federal. Segundo a tese do Supremo, o imposto chamado ICMS deve ser cobrado de todos os planos mensais de celular. Na prática, isso significa que quem pagava um plano mais barato, muitas vezes sem essa taxa, agora vai ter que pagar mais por causa do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços.

O Sindicato das Empresas de Telefonia, em nota, afirmou que as operadoras estão reajustando os preços de acordo com um calendário próprio. Em nota, a Claro afirmou que já recolhe o ICMS sobre todos os serviços de telecomunicações oferecidos e, por isso, os planos e pacotes não vão sofrer nenhuma alteração nos preços. A Vivo já reajustou os preços dos planos pós e controle a partir do dia 1º de janeiro de 2017. Alguns reajustes ultrapassam 16% do valor inicial do plano. A Oi, em nota afirmou que também vai reajustar os preços dos planos móveis a partir de fevereiro. Em alguns estados, como no Amazonas, Ceará, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rondônia, Rio Grande do Sul e Sergipe o reajuste vai ultrapassar 45% do valor inicial. A TIM também vai reajustar os preços a partir de fevereiro. Em alguns casos o plano pode aumentar 10% do valor inicial do pacote.

Segundo um estudo feito pela GSM Association com 50 países em desenvolvimento, o Brasil é o terceiro país com as taxas mais altas sobre os serviços de telecomunicações. Só perde para Turquia e Uganda. No total, entre 30% e 42% da conta de telefone no Brasil se refere a impostos. O ICMS é responsável por entre 25% e 37% desses impostos.