Assassino de Ricardo Casaroti é condenado a 15 anos, mas recorre e não vai para cadeia até novo julgamento

Em julgamento que durou 10 horas, o réu Bruno Terra Gasques, de 23 anos, foi condenado ontem, 07/02, a 15 anos e quatro meses de prisão, pelo crime de homicídio cometido em dezembro de 2013.

Na época ele matou a facadas o jovem Ricardo Casarotti, de 20 anos, com golpes de canivete durante uma festa de formatura no Clube 10 de Outubro, em Campo Mourão.

O julgamento realizado ontem, 07/02, e teve duração de 10 horas, resultando na condenação de Bruno Terra Gasques, a 15 anos e 4 meses de prisão pela morte de Ricardo Danilo Casaroti, de 20 anos, e da tentativa de homicídio de Maicon Willian Sega.

O réu foi condenado a prisão, no entanto, recorrerá da decisão ao Tribunal de Justiça e permanecerá em liberdade até que o processo julgado em segunda instância.

Familiares e amigos do rapaz assassinado, acompanharam o julgamento aguardado desde dezembro de 2013.

Fotos