Nível de satisfação de pacientes da Santa Casa de Campo Mourão é positivo

Talvez você tenha notado que o espaço para tratar de saúde pública também não tem ocupado noticiários com divulgações de reuniões de grupos políticos partidários. Outra notícia que você deixou de ouvir foi a de murmúrios de que a entidade estaria prestes a deixar de prestar atendimentos.

O que você não ouviu foram elogios a atual diretoria da instituição do Hospital Santa Casa. Qual sua avaliação para a atual diretoria da Santa Casa de Campo Mourão?

Com área de 13 mil metros quadrados, 162 leitos, a Santa Casa atende aos 25 municípios da região e é tida como referência em atendimento a usuários do SUS, com atendimento a gestação de risco, urgência e emergência, pediátrico, captação de órgãos, oncologia, UTIs neonatal e adulto.

No ano passado, a Santa Casa realizou 119.144 atendimentos ambulatoriais, 3.071 cirurgias, 12.636 exames laboratoriais, e entre outros atendimentos fornece, uma média mensal de cerca de 128 mil unidades de medicamentos e materiais hospitalares.

Uma pesquisa de satisfação feita pela diretoria no ano passado apontou que o grau de satisfação dos pacientes depende do atendimento. Os atendimentos recebidos durante internamentos e nos serviços de enfermagem foram avaliados como ótimo e bom por 80% dos pacientes que fizeram parte da pesquisa.

E você se pergunta se a Santa Casa não tem problemas e se pergunta se não tem gestor que ao invés de ficar se lamentando não deveria assumir o papel de administrador e mantiver uma atitude mais positiva.

As crises existem, acredite a Santa Casa melhorou o atendimento, mas continua no “vermelho”, mas saiba que está prestes a iniciar mais seis especialidades.

A prova é a de que municípios vizinhos que levavam pacientes para outras santas casas estão pedindo para mudar para cá.

O déficit existe porque o governo federal não reajusta os repasses do SUS, e governo do Estado não tratou a Santa Casa como hospital regional, então a resposta está na falta de iniciativa de líderes políticos que defendam interesses da região. Em breve no Jornal 100, vamos trazer uma matéria sobre o que os prefeitos da região têm feito na área hospitalar.

Fotos