Estudantes marcam protestos para hoje em todo o país

O 13 de Agosto é considerado por entidades de profissionais da educação e movimentos sociais como um dia nacional de luta em defesa do ensino público e contra a reforma da Previdência.

Essa será a terceira mobilização de protestos de estudantes em nível nacional contra os cortes no orçamento da educação.  O corte de 30% dos recursos para as universidades e institutos federais foi divulgado pelo MEC em abril.

Para a União Nacional dos Estudantes, a medida demonstra falta de compromisso do governo com a educação brasileira. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, publicou portaria autorizando a atuação da Força Nacional para conter os protestos marcados para essa terça-feira (13/08).

Em Campo Mourão, não existe manifestação programada, conforme informações de representante estudantil da Unespar, e as atividades ocorreram normalmente.

A UNESPAR campus de Campo Mourão também suspendeu a greve e retomou às atividades.
As aulas na UNESPAR estão foram retomadas ontem (12/08), após greve, que já durava mais de um mês.
A decisão de manter apenas "estado de greve" foi aprovada em assembléia realizada semana passada.
Houve assembléia, inclusive, no Câmpus de Campo Mourão.
A universidade estava sem aulas desde o dia 3 de Julho.

Fotos