Em 2019, Rede Municipal registrou mais de 20% de alunos transferidos de escolas particulares.

Mas, pode-se atribuir à crise financeira e política que já perdura há pelo menos três anos no país?                                                                      Das 875 novas matrículas realizadas neste ano na Rede Municipal cerca de 200 são de alunos que deixaram escolas particulares para estudar nas escolas do municípios.  
Este número está bem relacionado à crise, disse a secretária de educação Tânia Caetano, em entrevista ao Jornal 100 da Rádio Musical. As 875 matrículas efetuadas neste ano na rede municipal de ensino surpreendeu, disse Tânia Caetano. Segundo a secretária o número é quase quatro vezes mais que em anos anteriores. Tânia Caetano ressalta ainda que neste ano muitos alunos também vieram transferidos de fora, inclusive de vários países, entre eles França e Venezuela.

Fotos