Municípios da região esclarecem casos de "mortos" vacinados

Moreira Sales e Ubiratã estão entre as 39 cidades do Paraná que foram citadas em uma lista divulgada por uma Comissão Especial de Investigação - CEI da Assembleia Legislativa como tendo uma pessoa "morta" entre os vacinados.

Nesta quarta-feira (9/6), os dois municípios da região fizeram levantamento e esclareceram a situação.

Em Moreira Sales, a Prefeitura Municipal emitiu uma nota informando que a pessoa que tomou a vacina está viva. Trata-se da senhora Aurora Julia da Silva. A confusão aconteceu porque o ex-marido usou documentos dela quando a segunda esposa morreu.

Ela inclusive, já teve problemas com a aposentadoria que foi suspensa. A diretoria de Saúde, Roberta Carpiné, fez uma foto ao lado da mulher e espalhou para a imprensa e nas redes sociais.

Em Ubiratã, a Prefeitura também esclareceu o ocorrido. Conforme nota de esclarecimento, houve um erro na hora de digitar o CPF do vacinado que tinha um irmão gêmeo já falecido. Como os nomes e sobrenomes dos dois homens eram parecidos, a pessoa responsável digitou o CPF trocado. Quem tomou a vacina foi A.Z, 88 anos, mas o registro saiu para irmão gêmeo dele O. Z, já falecido.

"Não houve fraude e sim um erro de registro que assim que identificado foi prontamente corrigido", informou a prefeitura de Ubiratã.

Fotos